Avelino Ferreira, 63 anos, brasileiro, casado, sete filhos, sete netos. Jornalista; escritor; professor de Filosofia.







sábado, 26 de janeiro de 2013

Pudim faz visita de cortesia a Edson na Câmara

(Fotos: Vagner Basílio)
O deputado Geraldo Pudim fez uma visita de cortesia ao presidente da Câmara, Edson Batista

e, como não poderia deixar de ser, conversou sobre o momento político com Edson e Avelino

O deputado Geraldo Pudim esteve na tarde de ontem no gabinete da presidência da Câmara Municipal de Campos. Segundo ele, foi uma visita de cortesia ao seu amigo Edson Batista. Estava presente o diretor geral da Casa, Avelino Ferreira. Foi uma conversa dos "cabelos brancos" sobre o momento político.

Aproveitando a oportunidade, Geraldo Pudim falou sobre seu trabalho na Assembléia e sobre o amplo debate que está travando com seus pares e com parcela da sociedade sobre o tratamento ofertado aos viciados em drogas, principalmente o crack. 

Falou com entusiasmo dos resultados obtidos a partir de um novo olhar sobre o assunto, pois está ouvindo os viciados para que eles também participem oferecendo idéias de como devem ser tratados. Pudim sugeriu a Edson um debate sobre o assunto na Câmara de Campos, com especialistas, "pois o problema das drogas  atinge todas as cidades, em maior e menor grau, com tendência a crescer, numa sociedade tão desigual".



Um comentário:

Fabrício Freitas disse...

Jornalista de Macaé é condenado e preso por calúnia


O jornalista Inácio Cunha foi preso em Macaé, acusado de calúnias publicadas no jornal escrito por ele de maneira independente. A produção era distribuía pela cidade.

O jornalista foi preso quando passava em frente à Câmara Municipal do município. De acordo com o Comandante da Polícia Militar de Macaé, Ramiro Campos, que já foi alvo de críticas de Cunha, o jornalista foi condenado a cumprir quatro anos e seis meses de prisão em regime semiaberto por calúnia. Inácio foi encaminhado à 123ª Delegacia de Polícia de Macaé e de lá será levado a uma unidade prisional.

Inácio se intitulava em seu blog como “o Polêmico”. O nome seria originário por relatos e supostas denúncias feitas por ele sobre pessoas da alta sociedade, políticos e oficiais da cidade de Macaé. Além do Comandante da PM, líderes do Corpo de Bombeiros e da Câmara de Vereadores do município eram alvos de críticas do jornalista.

Inácio também já teve textos publicados em outros veículos alternativos de Macaé. “Ele foi por um tempo colunista no meu jornal, do qual sou editor há 68 anos. Ele é um rapaz corajoso, destemido, mas utiliza uma linguagem considerada chula e acaba se perdendo”, disse o jornalista José Milbs, jornalista de O Rebate, jornal independente de Macaé.

Informações do Campos24horas