Avelino Ferreira, 63 anos, brasileiro, casado, sete filhos, sete netos. Jornalista; escritor; professor de Filosofia.







sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Milhares de ovos de tartaruga são roubados pelos sem-terra

Às margens do Solimões as tartarugas põem seus futuros filhos 

que o pessoal do MST rouba para vender

e carregam o fruto do assalto em muitas dezenasde sacos

Impotente ante o opressor, a tartaruga vê seus futuros filhos

sendo levados elos gigantes predadores.

Meu amigo Maurício Xexéo recebeu e me enviou por email as fotos acima sob o título "MST Rouba ovos de tartarugas na margem esquerda do solimões". Creio em Xexéo e as fotos não deixam margem a dúvidas.

Defendemos os sem-terra mesmo antes da existência do MST (1984). Aliás, defendemos os deserdados, espoliados, explorados e escravizados pelo sistema capitalista. Todavia, quando seus membros praticam injustiça, colocamo-nos contra. Não me refiro a aspectos legais, é claro, pois a lei justificou até a escravidão e, quando injusta, deve ser alterada.

Um crime pelo qual não há sequer fiança, é o perpetrado contra a nossa fauna. principalmente quando se trata de animais que devem ser preservados. Neste caso, os futuros animais. Então, o papel da repressão é o de prender todos os sem-terra que estão nessas fotos e não dar-lhes direiro à fiança. Que o MST esperneie, diga que o roubo dos ovos foi para sobrevivência dos seus membros, enfim, diga qualquer coisa. Não pode ser levado em conta.

Isso porque muita gente já ficou presa e responde a processos na Justiça porque foi pega cassando passarinhos ou retendo-os em gaiolas. Sabemos, no entanto, que eles não serão presos. A parte da Igreja que os protege fará apelos internacionais se necessário. Até porque, no próximo ano as tartarugas voltarão ao local e porão mais milhares de ovos.  

Xexéo escreveu: 
"esta dee ser a idéia de produtividade do "MOVIMENTO":  as tartarugas produzem, eles roubam e vendem os ovos. Deve ser a psicultura autosustentável do Incra... mais um pouco e adeus tartarugas.

Alguém se lembra daquele humilde agricultor que ficou quase dois meses preso por ter tirado um pedaço da casca de uma árvore medindo 47cm X 07cm para fazer um cbá medicila para sua esposa?"

Um comentário:

Felipe disse...

"Jornalista"!?